Novos Rumos retoma discussões a cerca do plano de transporte cicloviário

Santa Cruz do Sul – O Fórum Temático de Infraestrutura da Associação Santa Cruz Novos Rumos (Ascnor), considerado um espaço de discussão e representatividade sobre diversos temas que abrangem Santa Cruz do Sul e região, retoma as atividades em busca de soluções para os problemas de mobilidade urbana. Entre os assuntos abordados está o plano de transporte cicloviário para o município. Nesta terça-feira, 19, na sala 103 da Universidade de Santa Cruz do Sul (Unisc), os representantes do fórum se reuniram com membros da Comissão Pró-Ciclovia, que apoia a implantação do transporte cicloviário na zona urbana.

Conforme o executivo da Ascnor, Guilherme Souza, o objetivo é unir forças e renovar o trabalho realizado pela comissão. “Hoje estamos iniciando uma nova fase com a união dos grupos em busca de melhor acessibilidade urbana, baseada no interesse da população santa-cruzense”, destacou ele. Nesta quinta-feira, 21, às 10h30, acontece uma audiência pública na Câmara dos Vereadores para debater as alterações no Plano Diretor de Santa Cruz do Sul. “Nessa audiência, inscrevemos um membro da Comissão Pró-Ciclovia para falar em linhas gerais do trabalho que eles têm realizado. O intuito é que o trabalho tenha continuidade e não seja descartado”, explicou Souza.

Os assuntos abordados na reunião foram diversos, destaque para as vias principais para a cidade, a continuidade da ciclovia da Avenida Paul Harris, a possibilidade de se fazer uma ciclovia ao lado do quartel, seguindo pela Rua Assis Brasil, integração dos modais, entre outros. O novo grupo definiu que, logo após a audiência pública, haverá um evento pró-ciclovia com a participação da comunidade, com divulgação de data, hora e local em breve.

COMISSÃO – O trabalho da Comissão Pró-Ciclovia, criada em 2009 por voluntários, tem o intuito de mobilizar a comunidade e a gestão pública para a criação de ciclovias, muito utilizadas em grandes cidades e em países mais desenvolvidos. No Brasil, muitos municípios já vêm desenvolvendo as pistas exclusivas para bicicletas. “Santa Cruz do Sul tinha algumas ciclovias que estavam inativas e que foram revitalizadas e ampliadas em virtude desta mobilização”, destacou o empresário Giovane Faccin, um dos voluntários.

De acordo com Faccin, o grupo já realizou oito passeios ciclísticos, arrecadou cinco mil assinaturas pró-ciclovia e contribuiu para que o Poder Público construísse bicicletários em órgãos públicos e escolas. “Continuamos em defesa da ciclovia junto com a Associação Santa Cruz Novos Rumos, que também visa desenvolver a cidade de Santa Cruz do Sul”, frisou ele.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *