Conteúdo


8 de Novembro de 2010 Nº45 PDF Imprimir E-mail
Newsletter
Escrito por Comunicação   
Seg, 13 de Dezembro de 2010 16:49
Compartilhe

 
Começa a análise da realidade do crack PDF Imprimir E-mail
Notícias do Projeto
Escrito por Gazeta do Sul   
Seg, 13 de Dezembro de 2010 13:32
Compartilhe

 

As fortes dores no peito começam em um intervalo entre uma pedra de crack e outra. Sobre o papelão surrado que lhe serve de cama, João faz força tentando puxar o ar que parece não querer entrar em seus pulmões. Mesmo sabendo que a casa está deserta, ele olha em volta como se procurasse ajuda, mas tudo o que vê são tocos de cigarros pelo chão, lixo espalhado nos cantos e uma lata de cerveja usada como cachimbo, da onde o dependente também costuma raspar resquícios da droga para reaproveitá-los.

Leia mais...
 
Escola Referência PDF Imprimir E-mail
Notícias do Projeto
Escrito por Assessoria de comunicação   
Sex, 03 de Dezembro de 2010 14:57
Compartilhe

 

Módulo de Logística vai dar início ao novo ciclo

Apresentado formalmente na tarde da última quarta-feira, na sala 101 da Universidade de Santa Cruz do Sul (Unisc), o curso de Iniciação Profissional em Logística começa um novo ciclo para o projeto Escola Referência, iniciativa nascida nas discussões do Fórum Temático da Educação do Projeto Santa Cruz Novos Rumos, em parceria com a Secretaria Municipal de Educação e Cultura (Smec) e 6ª Coordenadoria Regional de Educação (CRE). Com a presença de autoridades e representantes de ambas as entidades, além dos alunos do curso de Iniciação Profissional em Turismo, o módulo de Logística – cujas inscrições seguem abertas até o próximo dia 8 – deverá contribuir para o desenvolvimento da região, de acordo com o presidente da Associação Santa Cruz Novos Rumos (Ascnor), Flávio Haas. “Este projeto busca o crescimento e a diversificação, além de atender às demandas crescentes do mercado de trabalho regional”, destacou ele.

A coordenadora da 6ª CRE, Cristina Rohde, ressaltou a parceria entre Ascnor, Smec e coordenadoria. “Esta iniciativa vem se somar ao trabalho desenvolvido pelo Estado, ao mesmo tempo em que se torna referência para ações nesse sentido em outras regiões”, observou. A coordenadora de Comunicação e Responsabilidade Social da Alliance One – empresa apoiadora do Escola Referência –, Deise Kanitz, sublinhou que a iniciativa privada acredita no projeto. “Ele possui credibilidade, e os resultados, já estamos colhendo com os alunos do curso de Turismo”, acrescentou ela.

A secretária municipal de Educação e Cultura, Rejane Henn, elogiou a iniciativa. “É perceptível o empenho da Ascnor em promover o desenvolvimento e ações como esta, diferenciadas, que produzem resultados diferenciados, que é o que buscamos na educação”, reforçou. O secretário municipal de Desenvolvimento Econômico, Jair Jasper, na ocasião representando o prefeito em exercício, Luiz Augusto Campis, deu um recado aos alunos. “O Brasil enfrenta um grande problema de mão de obra qualificada e vocês estão sendo preparados da melhor forma para o mercado”, disse ele, que ainda destacou o empenho voluntário dos participantes dos fóruns do Projeto Santa Cruz Novos Rumos.

 

FORMAÇÃO

A interlocutora da Superintendência da Educação Profissional do Rio Grande do Sul (Suepro), Leila Stacke, apresentou as disciplinas que irão compor a carga horária do módulo e destacou que o curso foi proposto com base em pesquisas que apontaram as demandas do mercado. “Identificamos as necessidades e apresentamos mais do que assuntos relativos a Logística. Inserimos os temas transversais para que o ensino possa oferecer mais conhecimentos aos alunos e tornar-se uma iniciativa de formação continuada”, justificou.

Com um total de 200 horas, o módulo de Logística atende, de acordo com Leila, uma formação integrada. “Ele está em sintonia com as determinações da Lei de Diretrizes e Bases da Educação (LDB)”, observou. A coordenadora Pedagógica do projeto Escola Referência, Mara Núbia Sandim, ponderou que o módulo atende, igualmente, aos anseios dos empresários.

 

 
Módulo de Logística inicia novo ciclo para o projeto Escola Referência PDF Imprimir E-mail
Notícias do Projeto
Escrito por Assessoria de Imprensa   
Sex, 03 de Dezembro de 2010 13:34
Compartilhe

Lançamento LogísticaCurso de qualificação foi apresentado na tarde desta quarta-feira, na sala 101, na Unisc. Evento contou com a presença de lideranças locais, alunos e professores

Santa Cruz do Sul (RS) – Apresentado oficialmente na tarde da última quarta-feira, junto à sala 101, na Universidade de Santa Cruz do Sul (Unisc), o curso de Iniciação Profissional em Logística começa um novo ciclo para o projeto Escola Referência, iniciativa nascida nas discussões do Fórum Temático da Educação do Projeto Santa Cruz Novos Rumos, em parceria com a Secretaria Municipal de Educação e Cultura (Smec) e 6ª Coordenadoria Regional de Educação (CRE). Com a presença de autoridades e representantes de ambas as entidades, além dos alunos do Curso de Iniciação Profissional em Turismo, o módulo de Logística – cujas inscrições seguem abertas até o dia 8 de dezembro – deverá contribuir para o desenvolvimento da região, de acordo com o presidente da Associação Santa Cruz Novos Rumos (Ascnor), Flávio Haas. “Este projeto busca o crescimento e a diversificação, além de atender às demandas crescentes do mercado de trabalho regional”, destacou ele.

Leia mais...
 
Inscrições para o Módulo de Logística são prorrogadas até o dia 8 de dezembro PDF Imprimir E-mail
Avaliação do Usuário: / 1
PiorMelhor 
Notícias do Projeto
Escrito por Assessoria de Imprensa   
Qua, 01 de Dezembro de 2010 14:47
Compartilhe

Iniciativa é do Fórum Temático da Educação em parceria com a 6ª CRE

Santa Cruz do Sul (RS) – O Módulo de Logística, novo curso de iniciação profissional a ser disponibilizado pelo projeto Escola Referência, está com as inscrições prorrogadas até o dia 8 de dezembro. Elas podem ser feitas por meio do site do Projeto Santa Cruz Novos Rumos. O curso oferecerá 40 vagas destinadas aos alunos do Ensino Médio das redes Estadual e Municipal de ensino a partir de março de 2011. Na tarde desta quarta-feira, a partir das 16 horas, será apresentado o novo módulo a convidados, imprensa e autoridades. A iniciativa é fruto da parceria entre o Fórum Temático da Educação, 6ª Coordenadoria Regional de Educação (CRE) e Secretaria Municipal de Educação e Cultura (Smec). Além do lançamento da nova modalidade, será apresentado também um balanço do primeiro ano de atividades do Projeto, cujo curso de Iniciação Profissional em Turismo já vem qualificando jovens e os preparando para o mercado de trabalho.

Jorn. Ana Cristina dos Santos (MTb-RS 9072)

Jorn. Marcus André Bugs (MTb-RS 12.544)

 
Colégio de Canela é a melhor escola pública do país PDF Imprimir E-mail
Notícias
Escrito por Zero Hora   
Sex, 26 de Novembro de 2010 12:49
Compartilhe

Instituição se destacou entre 1,8 mil por atividades extras em turno integral

Na tarde de ontem, a diretora da Escola Estadual Neusa Mari Pacheco, Vera Morais, foi recepcionada pelos estudantes com palmas e assobios. Ela voltava de Brasília, onde recebeu o troféu mais importante dos 97 anos da instituição: o de melhor escola pública no Prêmio Sesi Qualidade da Educação.

Basta entrar na escola para perceber por que o troféu e um cheque gigante de R$ 20 mil decoram a sala da direção. Nos corredores, todos os alunos cumprimentam quem passa. A coleção de “Boas Tardes” leva a salas de aula especiais que incentivam os 1.120 alunos a permanecerem na escola em turno integral, das 7h35min às 17h15min, todos os dias da semana.

Além das aulas tradicionais do currículo pedagógico, esses estudantes têm oportunidades de cair na piscina e aprender natação nas aulas de educação física. Ou ainda entrar numa sala de aula onde o quadro-negro foi substituído por espelhos, e as classes, por aparelhos de ginástica.

Turno integral derrubou evasão a 1,3% em 2009

As aulas de ecologia e agricultura em dois centros especiais, em linhas no interior de Canela, também são programas que qualificam a escola e justificam o destaque nacional. O prêmio foi disputado com 1,8 mil escolas na primeira fase e 75 na segunda. A escola canelense foi a única gaúcha entre as 10 premiadas.

— Esse prêmio é o resultado de anos de gestão em disciplina e educação. Vejo como nosso diferencial o respeito à opinião dos pais e nosso plano pedagógico voltado às necessidades da cidade, preparando os alunos para o mercado de trabalho — entende a diretora.

Os alunos, desde a Educação Infantil até o Ensino Médio, respondem aos programas da escola com participação e aprovação. Desde 1994, quando o turno integral foi implantado, a evasão caiu de 34% para 1,3% em 2009, e o de repetência despencou de 28% a 3,5% em 15 anos.

— A escola tem matérias para aprender a lidar com vários tipos de plantas, animais. O ensino da escola é muito bom, reforçado, e com o turno integral se pode tirar várias dúvidas — elogia a aluna Reicla Machado dos Santos, 14 anos.

 

 
Empresários de Panambi conhecem o Projeto Santa Cruz Novos Rumos PDF Imprimir E-mail
Notícias do Projeto
Escrito por Assessoria de Imprensa   
Sex, 26 de Novembro de 2010 08:58
Compartilhe

Empresários com lideranças do Novos RumosComitiva foi recebida pelo presidente da Associação Santa Cruz Novos Rumos (Ascnor), Flávio Haas.

Santa Cruz do Sul (RS) – O Projeto Santa Cruz Novos Rumos, iniciativa que planeja o desenvolvimento socioeconômico de Santa Cruz do Sul para os próximos 20 anos, está servindo de referência para empresários do Estado. Na manhã da última terça-feira, 23, uma comitiva composta por 11 empreendedores de Panambi, entre eles, o presidente da Associação Comercial e Industrial do município, Martim Zachow, e o diretor executivo da entidade, Julio César Lopes Pedroso. Durante o encontro, realizado na sede da Associação Comercial e Industrial de Santa Cruz do Sul (ACI), o grupo conheceu as ações que estão sendo desenvolvidas pelo Projeto.

Leia mais...
 
Comissão vai implantar o Observatório Social PDF Imprimir E-mail
Notícias
Escrito por Gazeta do Sul   
Qui, 25 de Novembro de 2010 15:35
Compartilhe

Em breve, Santa Cruz do Sul será uma das 60 cidades do Brasil a contar com um mecanismo para acompanhar o desempenho dos administradores públicos. A ideia de implantar um Observatório Social no município avançou na manhã de ontem, quando foi constituída a comissão que irá trabalhar para a concretização da proposta. O processo foi conduzido pelo coordenador do Comitê Tributário Permanente de Santa Cruz, Adilo Rebhein, em uma reunião-almoço no restaurante Quiosque da Praça.

 

O grupo é formado por representantes de dez entidades e instituições, entre líderes empresariais e sindicais, universidade e órgãos de controle fiscal (ver boxe). Caberá à comissão sensibilizar a classe empresarial, contribuintes e comunidade da importância social e econômica dos tributos; informar a composição da carga tributária na renda, no consumo e na propriedade e criar e difundir instrumentos de controle da transparência na aplicação dos recursos públicos.

 

Segundo o vice-presidente do Observatório Social do Brasil, Pedro Gabril Kenne da Silva, Santa Cruz é um dos 20 municípios gaúchos indicados para receber o organismo, que foi inaugurado em 2006 na cidade de Maringá, no Paraná. “Foram convidadas as cidades onde já havia alguma iniciativa de acompanhamento de gestão pública. O objetivo é despertar na sociedade o interesse em participar do controle social”, justifica.

 

Conforme ele, o observatório reduzirá a margem de fraudes e desvios em licitações, uma vez que será responsável por monitorá-las desde a publicação dos editais até o acompanhamento da entrega dos produtos ou serviços. Silva aposta no observatório como método de fomentar os investimentos municipais. Calcula-se que o trabalho tenha gerado uma economia de R$ 70 milhões ao cofres públicos durante o ano passado. “Com a economia, ficam disponibilizados mais recursos para investir nas áreas sociais”, afirma.

 

Comissão

 

•• OAB - Subseção Santa Cruz do Sul

•• Associação Santa Cruz Novos Rumos (Ascnor)

•• Associação Comercial e Industrial de Santa Cruz do Sul (ACI)

•• Associação de Jovens Empresários de Santa Cruz do Sul (Ajesc)

•• Universidade de Santa Cruz do Sul (Unisc)

•• Sindicato dos Contadores e Técnicos em Contabilidade (Sincotec)

•• Prefeitura de Santa Cruz do Sul

•• Delegacia da Receita Estadual de Santa Cruz do Sul

•• Delegacia da Receita Federal de Santa Cruz do Sul

•• Tribunal de Contas do Estado do Rio Grande do Sul

•• Comitê Tributário Permanente do município, que será representado pelas entidades que integram o colegiado

 

Entenda

O Observatório Social é uma organização apartidária, sem fins econômicos e desvinculada do poder público, instituída e mantida pela sociedade civil. Seus objetivos são promover a conscientização para a cidadania fiscal junto à sociedade e propor aos governos locais a adequada e transparente gestão dos recursos públicos por meio de ações de participação e controle social. A implantação da proposta em Santa Cruz é defendida pelas entidades e instituições que integram o Comitê Tributário Permanente do município. O primeiro passo foi dado no início do mês, quando a representante do Conselho Regional de Contabilidade e coordenadora do Observatório no Rio Grande do Sul, Sílvia Goewer, buscou mobilizar a comunidade empresarial com a apresentação da ideia durante um seminário que discutiu assuntos relacionados à educação fiscal e controle social dos gastos públicos. O primeiro Observatório surgiu em 2006, na cidade de Maringá, no Paraná. Atualmente funciona em 60 municípios brasileiros em nove estados diferentes. No Rio Grande do Sul inclui São Leopoldo, Caxias do Sul e Santa Maria. Uruguaiana, Ijuí e Lajeado, além de Santa Cruz, também estão em fase de implantação.

 
Criação do Observatório Social volta ao debate PDF Imprimir E-mail
Notícias
Escrito por Gazeta do Sul   
Qui, 25 de Novembro de 2010 15:22
Compartilhe

As entidades e instituições integrantes do Comitê Tributário Permanente de Santa Cruz do Sul promovem amanhã um evento de sensibilização para constituição de um Observatório Social no município. Empresários, poderes constituídos, instituições de ensino e as principais forças representativas da sociedade civil santa-cruzense estão sendo convidados para a reunião-almoço que começa às 11h30 no restaurante Quiosque.

O tema foi um dos assuntos debatidos no Seminário de Educação Fiscal realizado no último dia 5 na Unisc, também promovido pelo Comitê Tributário. “A proposta agora é avaliar a possibilidade de constituição de um Observatório Social em Santa Cruz”, esclarece o presidente do Comitê, Adilo Rebhein.

O contador Pedro Gabril Kenne da Silva, vice-presidente do Conselho Regional de Contabilidade do Rio Grande do Sul  (CRS/RS) e vice-presidente do Observatório Social do Brasil, fará uma apresentação no evento, compartilhando sua experiência nessa área e trazendo informações sobre o tema.

A reunião é aberta à comunidade e o almoço é por adesão. Informações e inscrições com Maira pelo telefone (51) 3713 1400 ou pelo e-mail qualidade@aci-scs.org.br.

 

Saiba mais

O Observatório Social é uma ferramenta de controle social da administração pública que visa incentivar a sociedade civil, por meio do trabalho voluntário de representantes de diversas entidades e organizações, a fiscalizar e a controlar os gastos públicos.

Integram o comitê as seguintes entidades e instituições: Associação Comercial e Industrial (ACI), Sindicato dos Contadores e Técnicos de Contabilidade (Sincotec), Associação das Entidades Empresariais (Assemp), Associação Santa Cruz Novos Rumos, Sindicato da Indústria do Tabaco (Sinditabaco), Associação dos Jovens Empresários (Ajesc), Sociedade das Empresas Imobiliárias (Seisc), Ordem dos Advogados do Brasil (OAB/RS - Santa Cruz do Sul), Receita Federal, Receita Estadual, Prefeitura e Câmara de Vereadores.

 
<< Início < Anterior 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 Próximo > Fim >>

Página 8 de 23
Banner
Facebook Twitter Orkut Blogger

Depoimentos

Curtir a página no Facebook

Arquivos dos Projetos

Próximos Eventos

Não tem eventos

Nossos apoiadores

Negocianti