Cucas de Santa Cruz terão selo de origem Imprimir
Avaliação do Usuário: / 0
PiorMelhor 
Escrito por Clic RBS   
Seg, 17 de Outubro de 2011 15:21

Júlio Cunha NetoAssim como Pelotas, que atribuiu certificação aos doces produzidos no município, Santa Cruz do Sul, que recebe nesta quarta-feira o Gaúcha Debates do Rio Grande, anunciou um projeto para dar às cucas um selo de origem. A certificação é para reforçar a identidade do produto com o município.

A reportagem é de Júlio Cunha Neto, da RBS TV dos Vales:

A receita chegou com os imigrantes alemães há mais de 160 anos. Hoje, a cuca virou o prato típico mais lembrado da culinária santa-cruzense. Está sempre presente nas padarias e confeitarias locais e há mais de uma década é tema de festa na cidade. A conquista de um selo de origem é o próximo passo para reforçar a cuca como um dos símbolos de Santa Cruz do Sul.

Nos próximos dias, uma comitiva formada por representantes da prefeitura e de panificadoras da cidade vão fazer uma visita a Pelotas e à serra gaúcha. A intenção é conhecer detalhes do processo que tornaram os doces e o vinho marcas registradas dessas regiões.

Para conseguir o selo de Santa Cruz do Sul, é preciso comprovar a importância cultural e econômica das cucas para o município. Um assunto que Mathias Bertram conhece bem: a família dele prepara o doce típico há 20 anos e, hoje, ele administra uma confeitaria especializada na receita.

- Todo mundo conhece a cuca de santa cruz e ela é diferente da cuca feita em outros lugares. É importante criarmos o selo para reforçar a receita local – diz Mathias.

A 8ª etapa de 2011 do Gaúcha Debates do Rio Grande acontece no dia 19 de outubro, às 19h30,  no auditório central da Unisc (Av. Independência, 2293. Bairro Universitário). Flávio Haas, empresário e Presidente da Associação Santa Cruz Novos Rumos ; Heitor Petry, ex-prefeito de Vera Cruz e presidente do Sicredi; Benício Albano Werner, presidente da Associação dos Fumicultores do Brasil; e Vilmar Tomé, Reitor da Universidade de Santa Cruz do Sul – Unisc, serão os painelistas que debaterão com Lasier Martins sobre as potencialidades do Vale do Rio Pardo. O economista Paulo de Tarso Pinheiro Machado, da Agenda 2020,  apresentará um diagnóstico da região que servirá como apoio aos debatedores.

Toda a comunidade está convidada a participar. O Gaúcha Debates é gratuito e aberto para todo o público, sem necessidade de agendamento prévio. Quem não puder comparecer, pode enviar questionamentos aos painelistas através do Mural. A íntegra dos debates será exibida pela TVCom no domingo, dia 23 de outubro e ficará disponível no site do evento.

O Gaúcha Debates do Rio Grande é uma realização da Rádio Gaúcha, em parceria com a Unimed.


Add this to your website